segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Run Forrest, run!

Hoje no metrô, escutei um papinho que me irrita, que garotas são completamente apaixonáveis e os homens não. Tinham dois caras comentando que algumas garotas pegam no pé, mal conhecem o cara e já fazem planos de casar e tudo mais. Ok, existem garotas que são realmente sem noção e depois do primeiro encontro já imaginam o cara como homem de sua vida, o homem que ela irá apresentar aos seus pais, o cara que subirá ao altar com ela, e o que é pior, não satisfeitas de pensar essas coisas, elam fazem completa questão de contar isso pro cara.


A reação dele???


Run Forrest, run!



Mas isso não é um privilégio dos homens. Explico:

Conheci um cara num churrasco de um amigo meu, parecia gente boa, do tipo de pessoa simpática, legal mesmo, com quem a gente tem vontade de conversar horas a fio.

Pois bem, mesmo com alguns drinks na mente, o papo fluiu muito bem, ele era bastante inteligente, já havia morado fora do país, era culto e engraçado também.

Papo vai, papo vem, a gente acabou se aproximando demais e pronto, a gravidade fez o resto. Nós nos beijamos, o beijo era bom, e quando tudo parecia estar perfeito... O gêmeo mal apareceu!

Comecei a ser informada de que iríamos visitar vários lugares muito legais, que faríamos passeios culturais, que iríamos pra restaurantes legais, que iríamos à praia.

E no feriado, a gente podia viajar, pra Petrópolis talvez, lá costuma fazer um friozinho bacana é bem romântico e tudo mais.

Ele pediu que eu fosse com ele ate o salão onde estava acontecendo o churrasco e disse que duvidava que eu fosse ate lá de mãos dadas com ele. Eu um pouco perdida disse que não havia problema. Lá ele começou a me apresentar a uns amigos, como a nova namorada.

Alguém alem de mim notou o quanto isso foi absurdo??? A gente tinha acabado de dar o nosso PRIMEIRO beijo! E antes que eu soubesse o sobrenome dele, ele já tinha planos pra me apresentar aos pais dele, e ao filho (sim, ele tinha um filho e eu não tenho pretensão de ser madrasta de ninguém). E depois de alguns minutos, eu já era a namorada.


O que eu fiz?


Run Forrest, run!!!



Alem de totalmente queima filme aquela situação me incomodava, e muito! Inventei uma desculpa, algo do tipo “preciso ir ao banheiro” ou “preciso achar minha amiga que vai embora comigo” e literalmente corri.

Na minha fuga encontrei uma amigona minha que estava lá, segurei-a pelo braço e disse que tinha um louco querendo casar comigo, que ele era completamente insano e que eu tinha que correr.

Exageros a parte, eu contei pra ela o que tinha acontecido e ela também achou o cara completamente insano.


Jogaram água nele




Eu estava bem quietinha, na minha, atrás de paredes, pilastras, esperando não ser encontrada, mas alguém jogou água no meu adorável monstrinho. Não importa o lugar onde eu estivesse ( e o lugar onde aconteceu o churrasco era bastante grande) o cara aparecia do nada, parecia que ele fumaça ninja ou algo do tipo. E toda vez que ele vinha em minha direção eu corria, afinal o que eu poderia fazer?

No final das contas o jogo de gato e rato terminou com o monstrinho me dizendo uma frase sensacional “eu não esperava isso de você”. Eu é que não esperava isso dele, um cara que parecia ser tão legal e tão culto, bonito e inteligente, fazendo um papelão daqueles. Se quando uma garota toma uma postura assim os caras se assustem eu devo informar aos machões de plantão que isso também assusta as garotas!

Por isso, antes de planos a longo prazo, conheçam o outro, ninguém quer namorar um desconhecido e depois descobrir que ele não é nada do que a gente esperava, eu digo isso com toda propriedade, porque já passei por algo assim, não que tenha achado que o cara era o homem da minha vida, mas já namorei por impulso, sem conhecer direito o cara, mas isso já é um outro post.

Beijos.

Ps: Tive uns problemas com o sistema de comentários que eu tinha posto aqui, embora o problema esteja resolvido agora eu consegui sumir com os comentários dos outros posts.

Acidentes acontecem... Um dia eu pego o jeito.


18 comentários:

A. Ribeiro disse...

Xiii
isso é caso de polícia...
me identifiquei com vc...
dizem q tenho alma masculina pq penso como homem.
eu acho q eu tenho é uma opinião formada sobre homens e que um dia eu encontro alguém bacana pra desenrolar um relacionamento onde haja reciprocidade de sentimentos ;)
enquanto isso, fujamos desses loucos! hahahahah

Vaca Lôca disse...

Sem palavras pra dizer o quão bom foi esse post!
Apesar de tudo, mesmo quado a gente acha que conhece alguém e qu esse alguém de fato é o homem ou a mulher de nossas vidas, uma vírgula no meio de uma conversa pode pôr tudo a perder... Pegou q eu estou no meio de uma crise? HAHAHAHA

Acompanharei este blog a partir de já!
beijos

Tiago Cervo disse...

Haha

Eu pensei que no final dessa estória eu ia defender o camarada, mas ele é louco demais. Coitado, você devia encaminhar ele a um psiquiatra bom. Logo logo ele vai se casar com qualquer uma. Exemplo disso é o filho que ele tem... haha

Bia disse...

Muito legal sua história, ri bastante aqui imaginando a cena de vc fugindo dele...rsrs
Tem muito doido solto nesse mundo.

Beijão!

Ronaldinho disse...

eu sempre digo para as pessoas "A medida de amar é amar sem medida" mas é necessario conhecer, trocar ideias, e ai sim assumir um compromisso, e hoje em dia cada um quer fazer as coisas de um jeito que não é compaticel ao da outra pessoa.

bom blog

williamenflu disse...

Bom, uma história Boa, existem pessoas q se apaixonam rápido, isso é normal... Esse kra aí é precipitado. Algumas decepções como esta provavelmente farão ele mudar.

_g disse...

Nhá, o cara não era tão inteligente assim, pra ficar com esses planos de casar e o caralho.

Ou vai ver ele queria te comer logo e achou que isso ajudaria. Virgem do caralho.


Como diz uma amiga minha, nesses casos é o SAI CORRENDO E NÃO OLHA PRA TRAS mesmo que você falou ;)

unno disse...

gostei do post e do blog...
histórias de todos nós.
parabéns!

Julie... disse...

Ri do começo ao fim do post1
hasuhhsauhsuuas
Hilária a situação e também deseperadora. Curuz.

Tenho um pedido a fazer. Adorei o seu comment (e agradeço), será que eu posso destacá-lo em um post??

bjos

Kat disse...

Que psycho!!! Medo! Ninguém merece. Você devia ter inventado que tava passando mal e vomitou no banheiro, ia espantar ele rapidinho,hahah

Fuego disse...

*Medo*
Aff ngm merece mesmo isso hein?
E ele ainda se axa o ofendido da historia!!
Homens ¬¬'
Eu tb fugiria correndo [axo q estaria correndo até agora!!]
ahsasahsuashaushaushaas

bjuus!!
amei o post ;)

Anna Oh! disse...

Já conheci uns tipinhos assim, dá medo messmoooooooooo.
Acho q esse é o tipo de pessoa q já fez tantos planos pra viver em par, q só precisa de uma pecinha pro jogo começar a funcionar.

Eu hein.


Bjões!

AmandaM! disse...

hahahaha...runnnnn for your life.acho que é relativo. o garoto que tinha um filho por exemplo, estava mais propenso a ter um relacionamento já que ele não está mais em condições de ficar de nmorico né...

A. Ribeiro disse...

Olá! fico muito feliz com o Sucesso do seu blog e por isso vim premiar com o selo "Olha que Blog Maneiro".

Vá lá no meu blog, pegue o selo e premie os seus blogs preferidos!

Parabéns!

www.nacasadosenhornaoexistesatanas.blogspot.com

Nina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina-Khos disse...

hehehe...muito bom!
ja passei por isso também....só que no meu caso o bofe conseguiu meu telefone e me perseguia isso durou 6 meses...até q fingi q estava namorando(amigo meu) e o bofe até agora não me atormento...+ ainda atormenta uma amiga pra tenta me convernse!ehehehe....


mto bom esse post

bjaum

Marie Curie disse...

Huahuahuaa, meedo e frio, moça! Gente, q medo de gente assim, parece aqueles casamentos de antigamente: "beijou, tem que fazer a moça virar mulher direita! Tem que casar!" Vixe!
Toma um banho de sal grosso, huahuha!

Bjus da Marie!

 
Clube do Mulherão © 2008 Template by Exotic Mommie Illustration by Dapina